terça-feira, 28 de outubro de 2014

Sensibilização para recuperação de áreas degradadas


Sensibilizar 30 moradores do Assentamento Sílvio Rodrigues para cuidados especiais em  áreas de nascentes, em  região próxima a Alto Paraíso de Goiás foi o  desafio do projeto Semeando o Bioma Cerrado, da Rede de Sementes do Cerrado, que por meio da AAF, esteve na cidade da Fraternidade realizando curso prático e teóricas para o  repasse de informações sobre a  grande importância dos recursos hídricos da região, apresentando ainda, técnicas conservacionistas e atitudes individuais que permitirão àquela comunidade conservar as suas nascentes e se necessário, recuperar suas áreas degradadas com plantios orientados.


Esse foi o segundo curso de Educação Ambiental realizado pelo projeto para comunidades, cujo objetivo, mais que capacitar pessoas em procedimentos de recuperação de áreas degradas, visa fortalecer um movimento sócio ambiental, baseado em  valores para a transformação do  cidadão na sua relação com a natureza , informou o coordenador  Geral do Projeto Rozalvo Andrigueto.




O curso que foi ministrado pela equipe de Educação Ambiental da Associação dos Amigos das Florestas – AAF, parceira do projeto para esse trabalho, escolheu o tema entre os objetivos da Carta da Terra "Conheça mais sobre o lugar em que Vive" e “Use com cuidado o que a Natureza te oferece" focando as ações na proteção das nascentes da região, e sensibilizando a comunidade para o fortalecimento da relação harmoniosa com a natureza. Entre os diversos recursos que a natureza disponibiliza, a água é o mais essencial à vida do homem e de todas as espécies de plantas e animais que habitam as várias partes do nosso planeta, é sem dúvida, um recurso natural de altíssimo valor econômico, estratégico e social, sendo, também, considerada um importante regulador do clima na Terra.



Para a sensibilização do tema Água, a equipe da AAF apresentou na teoria e na prática informações envolvendo a importância da fauna local, o conhecimento sobre a formação do solo, a flora com todas suas características, a preparação e o plantio de espécies nativas.

Com essas oficinas  a proposta da AAF foi formar multiplicadores da mensagem ecológica e para isso feita uma aproximação com o Projeto Transformar, mantido pela liderança do Assentamento / Cidade da Fraternidade, que reúne 12 jovens moradores daquela área que semanalmente se dedicam a uma rotina de aprendizagem e respeito à Natureza, conforme explicou Márcio Selaibe responsável pelo grupo.

Outra contribuição dada pelo Projeto Semeando o Bioma Cerrado àquela comunidade, foi a construção de um viveiro de mudas, que na realidade é uma "Unidade de Capacitação e Apoio a Produção de Sementes e Mudas Florestais" fortalecendo assim as ações já realizadas na primeira fase do projeto, como: de seleção e marcação de árvores matrizes georreferenciadas, coletas de sementes e produção de mudas entre diversas atividades que forma o elo da cadeia produtiva de semente do Cerrado.





Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagens mais acessadas